Novo Blog, Falecimento do meu avô, Poker, Introspeção, Futuro.

Hoje é a primeira vez que escrevo no blog. Aviso já que provavelmente não vai ser o blog mais bem escrito que leram. Sei perfeitamente que tenho algumas limitações na escrita, mas também sei que o POST nº100 vai estar muito melhor escrito do que este.

Já à algum tempo que pensava em criar um blog. Não sei bem porque mas nunca o tinha criado. Talvez por falta de coragem. Mas após uma profunda reflexão fez me sentido criá-lo. Acho que vai ser muito útil para mim como introspeção e provavelmente também pode ser útil para alguns leitores que se identifiquem com algumas coisas que eu escreva.

FALECIMENTO DO MEU AVÔ
Infelizmente na passada Quinta-Feira o meu avô paterno faleceu. Sem dúvida que foi o avô com quem privei mais. Acompanhou toda a minha infância e ensinou-me muitas coisas que sei hoje. Ele era um homem muito bom e queria sempre o bem dos netos. Ele já estava muito doente e já não suportava as dores. Os dias eram divididos entre dormir sobre o efeito dos medicamentos e gritos de dor. Os meus pais foram incansáveis no tratamento dele, motivo pelo qual me orgulho muito. Eles fizeram tudo o que estava ao seu alcance para que ele tivesse tudo aquilo que desejava nos últimos dias de vida. Sei que ele está melhor agora e que já não está a sofrer. Mas custa sempre perdermos alguém por quem temos tanta estima. Tento ser forte e não mostrar fraqueza perante os meus pais. Acho sempre que tenho de ser forte e dar-lhes todo o apoio que merecem, afinal é o meu papel. Custa-me muito ver outras pessoas a sofrer, mas quando essas pessoas são os meus pais fico sem chão.

Ficam as boas recordações e espero mesmo que ele descanse em paz. Um dos últimos desejos dele é que eu terminasse o curso, vou-me reinscrever na faculdade este semestre e terminar este capitulo.


POKER
Nos últimos tempos o poker não tem corrido da melhor maneira, desde que subi dos micro para os low-mid stackes as coisas não têm corrido como eu idealizava. Entre volume e não estar afetado psicologicamente pelos buy-ins foi uma luta. Felizmente tenho a Raquel, a mental coach da Evolution Poker. Ela têm-me ajudado muito neste processo de transição, dá-me muita confiança, quando estou mais em baixo sei que qualquer bocadinho que converse com ela vou me ficar a sentir melhor e isso é incrível. Todas as pessoas que me acompanham neste processo são incansáveis, os meus colegas de equipa, o André Coimbra (O meu mentor), o João Ferreira “Soleej” (o meu coach) e o Ivanildo dão me um grande apoio e sei que estão lá sempre que eu precisar. Na verdade o Ivanildo para mim tem sido como um melhor amigo ou um irmão mais velho. Tenho muita sorte de privar tantas horas com ele. Discutimos estratégia noite dentro e temos sempre tema. As nossas long Night talk são incríveis e não tenho como agradecer. Acho que ele é o irmão mais velho que nunca tive e que gostava de ter. Ele é mesmo boa pessoa e tenho mesmo muita sorte de ele ter entrado na minha vida.

Em Janeiro finalmente consegui fazer um mês a colocar volume a sério. Consegui colocar mais de 400 torneios o que para o que estava habituado é mesmo muito bom. O “soleej” juntamente com a Raquel tiveram um papel muito importante nesta etapa. O “Soleej reviu comigo um Schedule otimizado, com buy-ins mais elevados e com uma boa seleção de torneios, para que conseguisse aumentar o volume. A Raquel foi fundamental para me dar a confiança que eu precisava e aos pouco me soltar. Sem dúvida que quando estamos numa equipa rodeado de excelentes pessoas que tudo flui melhor. Mas é importante lembrarmo-nos sempre que elas não conseguem fazer o trabalho todo por nós. E por isso nós temos de fazer o trabalho de casa.

Passei provavelmente os últimos 2 meses a queixar-me de bad beats e de más runs. Lamentava-me e caminhava com um sentido de injustiça. Na verdade acho que estava algo tóxico. Tentava não deixar passar isso para fora, mas a verdade é que interiormente eu estava “destruído”. Obviamente que tive sempre o apoio da minha equipa o Ivanildo, Soleej, André, Raquel, Samuel, Adriano e sem dúvida que estas pessoas estando sempre presentes e a reconfortarem-me e a darem-me confiança fez com que eu continuasse a caminhar, o que é mesmo importante!

Provavelmente até pode não fazer sentido mas sinto que inclusivamente faltei ao respeito ao jogo que eu mais amo. Durante estes meses sinto que não tive gratidão por jogar, gratidão por passar pelos spots e poder aprender. E eu não quero jogar assim, desconcentrado e abrir torneios como se fossem apenas mais um. Quero ser grato por cada torneio que possa abrir e dar o meu máximo em cada mão. Sabendo que sou um privilegiado por poder aprender com cada mão que jogo.

INTROSPEÇÃO
Estes dias a seguir ao falecimento do meu avô decidi afastar-me do poker, e obriguei-me a refletir profundamente sobre o meu passado, e o meu presente.

Tentei lembrar-me de todos os momentos menos positivos e dos mais positivos, tentei perceber em que estado estava e para onde caminhava. A verdade é que percebi quero eu queira quer não que a minha confiança bem como a minha auto estima ao longo do tempo foram ficando cada vez menores. Sem dúvida que é algo que eu vou precisar de trabalhar. Apercebi-me que no passado existiram maus momentos na minha vida, em que simplesmente achava que era muito forte e nada me abalava, que era superior a todos os problemas, mas na verdade eu não os estava a enfrentar eu estava a empurrar os meus problemas para debaixo do tapete. Sempre achei que nunca ia ser preciso levantar o tapete, mas neste momento sinto que para continuar a caminhar tenho de ir ao tapete e limpar esses demónios antigos, recuperar a minha confiança e a minha auto estima.

Para fazer este caminho eu sei que tenho que encontrar o equilíbrio perfeito e que esse equilíbrio tem de vir de dentro para fora. Enquanto procurar o meu equilíbrio no equilíbrio de outras pessoas não vai funcionar. Sei que tenho as pessoas certas ao meu lado para ultrapassar isto e tornar-me mais forte.

FUTURO
Sou um privilegiado por estar na Evolution Poker rodeado de muitas pessoas que eu admiro, sou um privilegiado por estar na casa dos meus pais que me adoram e me ajudam em tudo e sou um privilegiado por ter passado por tudo aquilo que já passei. Tenho tudo para conseguir atingir os meus objetivos. Só tenho que continuar a caminhar.

Os meus objetivos nos próximos meses passam por:
– Fazer 500 Torneios/Mês;
– Assistir 3 videos de estratégia/Semana;
– Fazer Journaling todos os dias a seguir ao grind;
– Escrever no Blog 1x/semana;
– Fazer 3x exercício físico/semana;
– Meditar todos os dias;
– Tomar banhos frios todos os dias;
– Praticar a gratidão todos os dias;
– Focar-me no presente.

GRATIDÃO
Sou grato por:
– Grato por todas as pessoas que tenho na minha vida que gostam de mim;
– Grato por poder fazer aquilo que mais amo;
– Grato por todos os dias poder caminhar em direção aos meu sonhos.

Vou começar a viver mais o presente e todos os dias vou regar a árvore da minha vida.

Obrigado por teres lido!
João Oliveira K

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s